A Caixa Preta de Amós Oz

amoz
Escrito em 1987, “A Caixa Preta” é um dos  livros mais reconhecidos de Amós Oz. Centenas de exemplares eram vendidos por dia em Israel na época que foi lançado e permaneceu assim por muito tempo até alcançar um impressionante número de setenta mil livros vendidos, (tendo-se em conta uma população de pouco menos de quatro milhões de pessoas na ocasião do lançamento), foi considerado tanto como uma obra-prima da literatura mundial quanto lixo que deveria ser jogado na fogueira.

dl193&display&max=350
O romance do escritor israelense Amós Oz não é sobre um desastre de avião, nem sobre a procura da famosa caixa preta.

É  sobre os nossos desastres, a caixa preta de todos nós. Ela que deve ser procurada e  achada no meio da densa floresta, do profundo oceano de nossos sentimentos confusos, onde muitas vezes tomamos a decisão errada de desistir dessa procura, desse enfrentamento.

É o medo de se ouvir, o medo de ouvir os outros, sendo mais fácil especular, culpar o próximo e viver a mentira cômoda que nos faz vítimas ou heróis.

A nossa caixa preta deve ser aberta e o seu conteúdo revirado para que fantasmas não continuem nos assombrando com verdades absolutas, que muitas vezes, nem sequer existiram.

Isso nos torna mais humanos e mais dignos porque olhamos para o outro com compaixão. É preciso ter coragem para entender e aceitar a profundidade de sofrimento que cada um de nós é capaz de agüentar ou provocar.

dl202&display&max=500
O brilhante  romance de Amós Oz fala de uma relação amorosa desfeita, um divórcio conturbado, escandaloso. Ilana resolve abrir a sua caixa preta e passar a limpo a sua vida com o professor e escritor mundialmente conhecido Alex Guideon, seu ex marido.

As cartas, bilhetes e telegramas são sempre escritos em primeira pessoa e vão nos revelando os personagens com suas vivências, com suas paixões que muitas vezes beiram a insanidade.

Tudo isso ambientado no complexo panorama social, religioso e político da vida em Israel nesses últimos anos da metade do século XX.

dl198&display&max=350
Amós Oz nasceu em Jerusalém em 1939. Escritor e jornalista, publicou dezoito livros, entre romances, ensaios e críticas. Suas obras foram traduzidas para cerca de trinta idiomas. Atualmente mora em Arad, no deserto do Neguev, em Israel, dedicando-se à militância em favor da paz entre árabes e israelenses e ao ensino de literatura hebraica na Universidade Ben-Gurion.

dl199&display&max=350

(Visited 675 times, 1 visits today)
Tags: , , ,
0