ZELOTA, a Vida e a Época de Jesus de Nazaré – Reza Aslan

dl178&display&max=300

“ Ironicamente quanto mais eu aprendia sobre a vida do Jesus histórico, o mundo turbulento em que ele viveu e a brutalidade da ocupação romana que ele desafiou, mais era atraído por ele. De fato, o camponês judeu e revolucionário que desafiou o governo do mais poderoso império que o mundo já conheceu e perdeu, tornou-se muito mais real para mim do que o indivíduo desligado, sobrenatural, a quem eu tinha sido apresentado na Igreja”

Reza Aslan,  nasceu no Irã, em uma família de tradição religiosa, portanto sua Fé e Etnia eram mútuas e ligadas.

Com a revolução iraniana sua família foi forçada a sair de sua terra. O Islã se tornou um tabu, já que representava tudo o que haviam deixado para trás. Todos os vestígios de Deus foram “desaparecidos” de sua vida.

dl182&display&max=400

Reza Aslan é especialista em temas religiosos, formado em Harvard e na Universidade da Califórnia. Estudou o Novo Testamento, grego bíblico, história, sociologia e teologia das religiões. Publicou três livros. O primeiro, No god but God, foi traduzido para treze línguas e considerado um dos cem livros mais importantes dos anos 2000. Nascido no Irã, ele vive entre Nova York e Los Angeles.

Aos 15 anos,  em um acampamento de férias evangélico ao norte da California, Reza Aslan ouviu de seus colegas,  que há dois mil anos atrás , em uma terra chamada Galiléia nasceu Jesus, uma história que mudaria sua vida para sempre.

“Fui formado pelos jesuítas, e o método que eles me ensinaram me levou a me apaixonar pelo Jesus histórico, antes ainda do que o religioso.”

Usou fontes diretas da época, traduziu as versões originais do Novo Testamento, uma pesquisa apurada segundo critérios científicos que são normalmente usados para as mesmas. Começou suas pesquisas há 20 anos como estudante e depois como professor. Todo esse material encontrado foi colocado no relato do livro sobre a fantástica vida de Jesus. Cada linha escrita está documentada. Após o Epílogo é muito importante que se leiam as Notas, os leitores comprovarão essa pesquisa apurada e detalhada sobre o Jesus histórico. As fontes são citadas e o autor ainda oferece os argumentos contrários dados por outros pesquisadores do tema, à sua pesquisa e conclusões.

dl183&display&max=450

Reza Aslam vai atrás do Jesus histórico e vai encontrá-lo na Palestina do século I. A Palestina era designação romana não oficial para a terra que engloba o território moderno de Israel, Síria e Libano, na época de Jesus.

Uma época turbulenta. Ele quer explicar como um agricultor pobre e analfabeto conseguiu fundar um movimento revolucionário em defesa dos deserdados e dos marginalizados, chegando a desafiar de maneira direta o poder romano e das hierarquias judaicas. Ele vai nos falar do Cristo na sua época, as ações e reações relacionadas aos eventos daquele periodo.

“Porque, se pensarmos na sua dimensão religiosa, é óbvio que não existe o tempo, as suas palavras e as suas ações são eternas, valem sempre e para sempre. Eu queria contar o homem, não Deus.”
dl184&display&max=450
É difícil situar o Jesus histórico fora do Novo Testamento, a referência não bíblica mais antiga e mais confiável de Jesus é a do historiador Flávio Josefo do século I (morto em 100 dc).

dl185&display&max=450

“O Jesus que é revelado nesse processo pode não ser o Jesus que esperamos, e ele certamente não será o Jesus que os cristãos mais modernos reconheceriam. Mas no final, ele é o único Jesus que podemos acessar por meios históricos.

Todo o resto é uma questão de Fé”   Reza Aslan.

(Visited 963 times, 1 visits today)